fbpx

Veja quais são os cuidados com projeto de iluminação

Compartilhe:

“Hoje em dia, com o grande aumento no valor da conta de energia elétrica, o projeto de iluminação é prioridade. Quanto mais cedo for executado um projeto luminotécnico, mais fácil fica para alcançar todos os objetivos de conforto, praticidade e economia”, afirma a arquiteta Mara Zeni, da Labluz.

De acordo com a arquiteta, a fiação deve ser dimensionada para não ocorrer sobrecarga e também ser distribuída antes da pintura. “A iluminação é tão específica quanto a decoração. Cada pessoa tem seus interesses e necessidades. É fundamental resolver isso antes. Mas é necessário ter um layout definido para escolher a iluminação correta”, avisa.

A arquiteta Roberta Banqueri alerta que é preciso ficar atento desde o início do processo, que deve começar junto com o projeto de arquitetura e interiores. “Para ter uma boa iluminação, coerente com a função e também decorativa, é preciso estudar junto com o projeto de interiores e executar a infraestrutura junto com a obra”, explica.

Roberta complementa dizendo que essas recomendações também valem para o som ambiente e para o projeto áudio-visual de home theater. “No caso de tudo isso ser automatizado, é importante que o cliente converse com o profissional que o atende e com uma empresa de automação para definir o que entra de som, vídeo e iluminação”, aconselha.

Roberta reforça que é importante definir o projeto luminotécnico para detalhar que infraestrutura é necessária ser feita durante a obra. Também é preciso definir bem o uso do espaço para determinar o tipo de iluminação e pensar em produtos com bom custo-benefício, vida útil e baixa manutenção.

Se o uso dos espaços não for bem definido e houver iluminação deficiente, será mais difícil resolver depois de tudo executado, pois seria necessária uma intervenção civil.

Tudo fica mais fácil se, antes de iniciar a obra, for feito um projeto conforme seus usos, necessidades e desejos, analisando tudo o que tem no mercado e, principalmente, adquirindo o que irá usar. “Faça o layout do projeto do ambiente, com a distribuição dos móveis e dos objetos de decoração, definindo o uso dos espaços. Assim será possível atender às necessidades funcionais e também estéticas”, finaliza.

 

Fonte: Zapimoveis.com.br

Sobre o Autor

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário