fbpx

10 Dicas para não ser Enganado na Compra de um Imóvel

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

1 – Decida se é a hora certa em sua vida de comprar uma casa

As vezes por pressão da família e de amigos você ouve que está na hora de comprar a tão sonhada Casa Própria. Reflita! Essa escolha é sua. Pondere bem os benefícios e desvantagens de efetuar uma compra nesse momento, pois isso vai evitar que compre por impulso e diminuir as chances de ser enganado(a) por algum corretor inescrupuloso que perceba sua ansiedade.

 

2 – Decida quanto você pode pagar

Essa é uma escolha importante, já que disso dependerá o sucesso ou o fracasso de sua compra. Calcule bem o custo a longo prazo do empréstimo, gastos com documentação, eventuais reformas e atrasos. Não aceite propostas de financeiras que pedem seus bens como garantia. Hoje comprar um imóvel novo ou usado pelo Sistema Financeiro de Habitação é bem pratico principalmente se você tiver uma boa assessoria.

 

3 – Esteja apto a conseguir um empréstimo

Junte sua documentação, comprovantes de cartão de credito, contra-cheques, imposto de renda e converse com seu corretor para que ele lhe oriente o que fazer para conseguir Crédito Imobiliário na Caixa Econômica Federal. Se você é profissional liberal (autônomo, MEI, etc..) é possível obter financiamento também, desde que comprove através do comprovante de Imposto de Renda (IRPF) e extratos bancários sua condição financeira.

 

4 – Pesquise o Imóvel na Internet

Mais de 88% de todas as buscas por imóveis começam pela Internet. Com apenas alguns cliques, os compradores podem pesquisar através de centenas de anúncios com dezenas de fotografias, e ainda, utilizar o Google Maps ou Google Earth para ver fotos aéreas do bairro. Um Dica importante: Pense no tempo que você vai levar de sua casa ao seu trabalho e para outros locais que você se desloca com freqüência.

 

5 – Pense a longo prazo

Pense se o imóvel que você vai comprar estará bom para você daqui a 10 anos. Caso você acredite que não, pense ainda se ele está em um local de fácil revenda, caso você ainda assim acredite que não desista do imóvel. Peça ajuda ao seu corretor ou corretora pois ao contrário do que se imagina ele não é treinado só para vender e sim para ajudar na decisão do cliente.

 

6- Tenha uma relação honesta com seu Corretor de imóveis

Um bom corretor vai ouvir seus desejos e necessidades e lhe mostrará imóveis que se encaixam em seus parâmetros, não omita dados importantes pois um detalhe que para você pode ser insignificante pode inviabilizar a compra ou venda de um imóvel.

 

7- Levante todas as informações possíveis

Você ou seu corretor deve verificar nos órgãos competentes e dessa forma obter o máximo de informações sobre o vendedor e sobre o imóvel em questão. Assim você vai evitar problemas no decorrer do processo.

 

8- Não veja mais de 5 casas por dia.

Segundo pesquisas recentes de neurocientistas, avaliar mais que 5 casas por dia vai sobrecarregar seu cérebro com informações e dificultar sua escolha. Faça visitas e anotações de cada detalhe. Descanse avalie as possibilidades e se não obtiver êxito continue a pesquisa. Pela nossa experiência, recomendamos no máximo 3 visitas.

 

9- Pesquise e compre a casa “Perfeita”

Pesquise bastante até encontrar a casa quase perfeita. Acredite, a casa perfeita não existe! Você sempre vai querer fazer alterações e sempre terá algum pequeno problema (como vizinhos por exemplo) que você só vai se dar conta no futuro. O papel do corretor de imóveis , principalmente na compra de imóveis usados, é usar sua experiência para minimizar seus riscos.

 

10- Faça anotações detalhadas

Tome nota de características, cores e elementos de design. Posição do Sol e sua incidência no imóvel, saiba se é possível ter animais de estimação e informações sobre colocação de ar condicionado. Preste atenção aos arredores da casa. Certifique-se de que realmente gosta da localização.

Sobre o Autor

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário